Terça-feira, 10 de Março de 2009

A crise de confiança que está a dar cabo dos jornais

O Seattle Post-Intelligencer, mais conhecido por Seattle pi (leia-se pi ai), é um prestigiado jornal diário, propriedade da Hearst Corporation, que se publica desde 1863 no Noroeste dos Estados Unidos, Estado de Washington, um território um pouco maior do que Portugal em área (150 mil km2) e um pouco inferior em população (7 milhões de habitantes). O Seattle pi regista, ainda neste mês de Março de 2009, uma circulação diária de 117 mil exemplares, o que em Portugal seria um sucesso. Não chega e vai suspender a sua publicação em papel nos próximos dias mantendo apenas uma edição online.

 

 Motivo: está a perder dinheiro, 8 milhões de dólares em 2008, o que comparado com alguns jornais portugueses pode nem parecer muito. É que “a crise de confiança em curso”, que está a afectar a imprensa, tanto ou mais do que a banca, deixa poucas esperanças de recuperação a curto prazo.

 

Em todo o Mundo. Lemos há dias que o El País, do grupo Prisa, que também é dono da TVI, tinha perdido nos últimos três meses cerca de 100 mil leitores, apesar do “escândalo da espionagem” na Comunidade de Madrid, estranhíssimo, que o jornal descobriu e lançou. O New York Times, um dos maiores jornais do mundo, acaba de vender 21 andares da sua sede em Manhattan, realizando 225 milhões de dólares para abater na sua dívida acumulada de mil milhões.

 

O director do Seattle pi é David Horsey, cartoonista, que ganhou já dois prémios Pulitzer, e queixa-se que no grande plano de financiamento da economia americana, lançado pelo Presidente Obama, não haja nada para a imprensa. Nem mesmo uma linha de crédito, que subsídios à imprensa (ou ao cinema!) na América seria um crime. Ora, diz Horsey, a crise da imprensa escrita é a mais desvalorizada, e destruidora, de todas as crises.

 

Os avais à banca justificam-se pela necessidade de recuperar a qualidade do sistema financeiro. E a qualidade da democracia quem a defende? Os jornais que investigam, analisam e explicam. E não os talks shows, e o populismo fácil, das rádios e televisões.

 

E diz Horsey que os próximos prémios Pulitzer deviam ser dados a quem inventar uma maneira de a imprensa honesta fazer dinheiro. Que a sede e fome de audiências são em geral maus conselheiros. E não dão em geral grandes resultados.

 

Vocêm lembram-se da “campanha dos 33 mil contos” que Sá Carneiro alegadamente devia à “banca nacionalizada”, com manchetes incendiárias, e ódio a rodos, embora qualquer pessoa com dois dedos de testa concluísse logo que era uma estupidez pegada?  Sá Carneiro contratara com um banco privado, antes das nacionalizações, e se fizera bons ou maus negócios era lá com eles.

 

 A campanha dos 33 mil contos, que ainda hoje persiste em algumas paredes do País, deu à AD a segunda maioria absoluta. E a prazo “enterrou” o jornal que a promoveu. Não, não estou a falar do “Independente”, refiro-me ao “o diário”, “a verdade” a que os comunistas tinham direito.

 

Encontrei ontem na Baixa um dos advogados de Sá Carneiro em 1980 e falámos disso. Escrevem-se livros por tudo e por nada. Como é ninguém se lembrou ainda de contar com todos os pormenores aquela campanha negra e os resultados que teve? Ora, as pessoas que a fizeram andam por aí e os tribunais, hoje, não são os de 1980. Se fossem…

publicado por JTeles às 15:04
link do post | comentar

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Dezembro 2009

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5

6
7
8
9
10
11
12

13
14
15
16
17
18
19

20
21
22
23
24
25
26

27
28
29
30


.posts recentes

. O estoiro da boiada está ...

. A lógica de um clérigo mu...

. O vídeo da compra dos vot...

. El golazo de Saviola

. A verdade a que temos dir...

. Fez a Prisa muito bem!

. "Caim": O novo romance de...

. Olho neles!

. Um candeeiro alimentado a...

. Uma zanga a sério entre m...

.arquivos

. Dezembro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

.tags

. todas as tags

. 72 virgens ou 72 uvas ? O...

. Daily Show investiga soci...

. Leituras de domingo

. Que faz o MP? Onde pára o...

. D. Januário envergonhado ...

. A História não se repete ...

. Hannibal ad Portas

. Saramago contra as FARC:...

.links

blogs SAPO

.subscrever feeds