Terça-feira, 28 de Abril de 2009

Que faz o MP? Onde pára o dinheiro roubado no BPN e BPP?

Comparem-se estes dois títulos de jornal:

1 – Em Portugal:  Plano de saneamento do BPP prevê prejuízos de 800 milhões de euros,  Público online, 28.04.2009 - 08h15. 

2 – Nos Estados Unidos: Federal prosecutors move to confiscate Bernie Madoff's possessions, evict Ruth Madoff from home. Daily News (de Nova Iorque), 16.03.2009 – 11h48.


 Isto é,

 

em Portugal os procuradores andam há uma data de anos a fazer não se sabe o quê (os prometidos ventos ciclónicos da operação furacão, afinal, não passaram de uma brisa benfazeja, que já pôs o Estado a contabilizar os prejuízos, os quais, afinal, derivam sobretudo da queda em Bolsa dos activos subscritos pelos investidores, a pena que eu tenho deles, e por isso pagaremos todos, “nacionalizaram-se os prejuízos”,  no BPN como no BPP.

 

 

nos Estados Unidos da América, os procuradores, a primeira coisa que fizeram foi ir atrás do património do Bernie Madoff, e da mulher, e dos filhos, e dos amigos de conveniência. Anularam-se transacções simuladas, doações de conveniência, arrestaram-se casas (incluindo a casa de morada de família em NY, uma vivenda de luxo na Flórida, e um castelo na Riviera francesa), e barcos, e um avião, e todos os automóveis, até mesmo os bilhetes de época da família Madoff no Estádio dos Mets foram postos à venda na e-Bay (renderam 7.500 dólares). 

 

 em Portugal, até ao momento nem uma palavra dos procuradores sobre os lucros abusivos dos grandes accionistas e depositantes, que ainda há um ano votavam prémios de gestão que atingiram milhões de euros, nada sobre os esquemas à D. Branca, nada dos patrimónios ilícitos acumulados pelos gestores. Os quais só foram previdentes numa coisa: na maneira como “passaram tudo para o nome” de familiares, amigos, sociedades anónimas, off-shores, contas na Suiça, “terceiros de boa-fé”… vocês sabem do que estou a falar.

 

 

nos Estados Unidos, a busca e apreensão do património dos prevaricadores ocorreu ainda antes da condenação, a qual foi obtida em três dias num tribunal penal de Nova Iorque (em Portugal teria demorado pelo menos três anos, com passagem obrigatória pela barra tribunal, e humilhação pública, de todos os queixosos, sobretudo se houvesse advogados das vítimas, pagos pelo Estado, a receber por cada sessão de julgamento).

 

Não se pode ir atrás do património dos antigos administradores do BPP e do BPN, que já está na posse da família ou de terceiros? Claro que se pode. As transacções tiveram na origem erros e enganos, divergências entre a vontade real e a vontade manifestada, simulações, reservas mentais, fraudes. São anuláveis. O problema é que dá trabalho. E os nossos procuradores adoram aparecer nas notícias, são umas flores de estufa sempre a queixar-se de pressões. Ocupam-se com o que lhes apetece.

 

 E sobretudo não respondem perante o povo, pelo que fazem ou não fazem. Não respondem senão perante os seus pares. Ou perante o seu sindicato de classe. Pois não é o Presidente do Sindicato do MP que vai ser recebido pelo Presidente da República?

 

Contrariamente aos procuradores, na América, que são eleitos por sufrágio universal e prestam contas. Veja-se o site do procurador-geral do Estado de Nova Iorque  Andrew Cuomo, que não perdeu um minuto a tentar recuperar tudo o que pôde do património de Madoff. Por isso Cuomo é respeitado e muito popualr. E é o mais que provável candidato democrata nas próximas eleições para o lugar de Hillary Clinton ou para Governador.

 

Nenhuma corporação se reforma a si própria. O poder político, como defende Proença de Carvalho, deve provar que ainda existe. E alterar a Constituição, impondo a eleição pelo sufrágio universal de todos os procuradores-gerais-adjuntos.

publicado por JTeles às 15:51
link do post
Comentar:
De
  (moderado)
Nome

Url

Email

Guardar Dados?

Este Blog tem comentários moderados

Ainda não tem um Blog no SAPO? Crie já um. É grátis.

Comentário

Máximo de 4300 caracteres



Copiar caracteres

 



O dono deste Blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Dezembro 2009

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5

6
7
8
9
10
11
12

13
14
15
16
17
18
19

20
21
22
23
24
25
26

27
28
29
30


.posts recentes

. O estoiro da boiada está ...

. A lógica de um clérigo mu...

. O vídeo da compra dos vot...

. El golazo de Saviola

. A verdade a que temos dir...

. Fez a Prisa muito bem!

. "Caim": O novo romance de...

. Olho neles!

. Um candeeiro alimentado a...

. Uma zanga a sério entre m...

.arquivos

. Dezembro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

.tags

. todas as tags

. 72 virgens ou 72 uvas ? O...

. Daily Show investiga soci...

. Leituras de domingo

. Que faz o MP? Onde pára o...

. D. Januário envergonhado ...

. A História não se repete ...

. Hannibal ad Portas

. Saramago contra as FARC:...

.links

blogs SAPO

.subscrever feeds